quarta-feira, 16 de abril de 2014

O anti-Keynesiano Salazar

Cartaz de Aviso à Sociedade Civil, típico do Estado Novo.
anos 40.

O regime do Estado Novo não teve bancarrotas e conseguiu as mais elevadas taxas de crescimento económico* que há memória.

*sem inflação

5 comentários:

taawaciclos disse...

E os Caros Viriatos, o que fazem para evitar o desperdício e para poupar?

Vivendi disse...

O melhor para todos portugueses para conseguir aumentar as suas poupanças seria através do processo da deflação. O caminho económico correto é esse mas os políticos e economistas da praça são a negação que se conhece.

taawaciclos disse...

Que resposta mais escorregadia!

E qual a forma que cada um tem de levar a que ocorra uma deflação?

Vivendi disse...

Gastar menos...

http://viriatosdaeconomia.blogspot.com/search?q=defla%C3%A7%C3%A3o

taawaciclos disse...

Ah! Gastar menos...

Vamos lá ver o que venho a fazer há mais de dois anos!

Assinatura de serviços de televisão por cabo (incluía internet e telefone fixo):ACABOU
(já pago a taxa de TV na factura da máfia EDP e para ver/ouvir tretas, 5 canais chegam e sobram)

Telemóvel: Serviço sem carregamentos obrigatórios.
Desde 21/08/2013 até hoje só gastei 13,48 euros (dados online) e ainda tenho 3,94 euros de saldo. Mas basicamente só faço o carregamento mínimo para manter o serviço activo!

Transportes: Tinha passe de transporte público de 3 zonas! Mudei para 2 zonas. A poupança dá para pagar dois meses de passe, e sobra troco.
Carro (de 2002): Gasto cerca de 40 euros gasolina (gasóleo é emissor cancerígeno!) a cada 2/3 meses (mais para os 3 meses!).

Gastos com: revistas, jornais, cafés, álcool, noitadas, cinemas, concertos de verão, aparelhos electrónicos, roupa, calçado, outras tretas.... ZERO, NADA, NICLES!

Resumindo...
Meus gastos são com a:
Casa (renda ao banco/água/luz/gás/condomínio/IMI (roubalheira)/manutenção da casa e dos aparelhos é feita por mim (só para exemplo a máquina de lavar roupa é de 2001 e nunca levou peças novas, só faço a manutenção a nível de limpeza/lubrificação)

Alimentação (sem restrições) (mas como não ingiro restos de cadáveres, a saúde está afinada, logo não gasto com a máfia da bata branca)

Carro (2002) (gasolina/seguro/IUC/manutenção)

Poupança! Evidente... Já diversificada por diversos activos não financeiros!!!

Mas pelo que observo... Não conheço ninguém a fazer o mesmo!