terça-feira, 22 de abril de 2014

O que se passa com os jarretas?

Silva Lopes considera que deveria ter criado um défice maior para ajudar a economia no pós-revolução.
Está à vontade para admitir o erro, porque foi ele próprio quem o cometeu. O economista José Silva Lopes, que foi ministro das Finanças após o 25 de Abril, diz que se sentiu "desconfortável" por criar o "primeiro défice orçamental em 40 anos" e, por isso, resistiu a que o mesmo pudesse ganhar uma dimensão maior. Algo que teria ajudado a economia num período complicado, garante.
Não consigo compreender em que mundo vivem os nossos jarretas. E porque continuam a insistir nos mesmos erros que já nos levou a 3 bancarrotas e nos deixa ainda colados à 4ª. 

Será que é assim tão difícil entender que as mais altas taxas de crescimento económicas foram conseguidas sem défice e com uma moeda forte? Qual a dificuldade em entender a realidade? Só porque esse crescimento foi no estado novo e depois com o 25 de Abril foi preciso agradar aos socialistas e inventar modelos económicos falhados? 

À primeira todos caem, à segunda só cai quem quer e à terceira, só cai quem é parvo. À quarta... nem sei o que dizer.

3 comentários:

vazelios disse...

Os Jarretas defendem o deles!

Para mim o pior é a imprensa que dá tempo de antena a quem não devia e assim o país não anda para a frente!!

Vivendi disse...

Pois...

Dudu disse...

Até o Silva Lopes ...