domingo, 26 de novembro de 2017

O 25 de Novembro

"O 25 de Novembro foi um momento fracturante e eu entendo que não devemos comemorar, os momentos fracturantes não se comemoram, recordam-se e recordam-se apenas para reflectir sobre eles. 

No caso do 25 de Novembro, devíamos reflectir por que é nós portugueses, com séculos e séculos de história, com uma unidade nacional feita de uma cultura distintiva profunda, por que é que nós chegámos àquela situação, por que é que chegámos à beira da guerra civil".

Ramalho Eanes, em declarações à TDM, a rádio e televisão pública de Macau.




1 comentário:

Reaccionário disse...

De facto, nada há a celebrar. 25 de Novembro de 1975 foi uma espécie de Revolução "Russa" ao contrário, onde Kerenski triunfou sobre Lenine.